11/08/2015

Rotina em L.A. #1: mês de julho

Quando eu faço post sobre a FIDM ou Los Angeles e pergunto quais são as dúvidas de vocês, sempre alguém pede pra eu falar da minha rotina por aqui. Fiquei um tempo sem saber exatamente como fazer isso: vlog, um post por semana, por mês? Resolvi começar com um resumão do meu mês de julho (mêi atrasadinha, ops), com fotos de celular mesmo e ir compartilhando os acontecimentos que, às vezes, terminam passando como ordinários pra mim, mas podem ser interessante pra quem tá pensando em vir pra cá. Espero que gostem e qualquer sugestão no formato do post, sou toda ouvidos!

Semana 1 (06 a 12/07)

rotina-la-001

O sistema da FIDM é por quarter, então para cada trimestre de aula, tem um break de 2 semanas e meia. Passei a maior parte do meu em San Diego; de volta à Los Angeles, aproveitei pra explorar o bairro SilverLake (1).

Como entrei pra MODE esse trimestre, uma das primeiras atividades oficiais foi ir à orientação dos alunos novos da FIDM pra apresentar a revista a eles, nesse dia conheci parte do pessoal que vai trabalhar comigo nessa edição (2 e 3).

Eu, que gosto de uma emoção na minha vida, marquei um trabalho (tirar umas fotos pra um blog daqui) no mesmo dia, então saí cor-ren-do e fomos até Malibu (♥) pra essas fotos (4).

O último final de semana antes do recomeço das aulas foi relax, de sol na piscina dazamiga (5).

No primeiro dia de cada matéria, a gente recebe todo o material que vai usar naquele trimestre, nas quintas-feira eu tenho aula de Business Marketing for Social Media e Marketing and Brand Development, me senti toda toda cheio de livro de marketeiro (6).

Eu e minhas amigas definimos que domingo seria o dia oficial de fazermos trilha; nem sempre acontece, mas a primeira do trimestre aconteceu e foi linda, em Eaton Canyon (7, 8, 9 e 10)  Quero continuar lendo…

||||| 5 Gostou? |||||

Vem que tem mais coisa boa

08/08/2015

Como fazer creme de avelã (Nutella caseira)

Fiz essa receita com um pensamento dominando: “talvez Nutella seja uma palavra muito forte pra descrever isso…”. Comparar com algo muito bom é o primeiro passo pra se decepcionar, né? Meu íntimo estava tentando não criar expectativa, ainda mais sendo uma receita tão simples, com pouquíssimos ingredientes! Me esforçava pra pensar “não é possível que vá ficar tão bom quanto Nutella”. Mas, até os mais céticos dos paladares ficaram chocado com a delícia que isso é. Fiz minhas amigas experimentarem sem dizer de que era feito e a reação foi “tem gosto de Ferrero Rocher” (que é chocolate com avelã e é feito pela mesma empresa da Nutella).

Em resumo: use a palavra que quiser, essa receita é uma delícia.

nutella-do-bem-01

Eu sempre penso que trocar um chocolate industrializado lindamente embalado que está associado com momentos de felicidade da sua infância por uma versão caseira e saudável não é fácil, é uma referência alta né? Mas se você introduz doces saudáveis na sua vida, naturalmente o desejo pelos chocolates-que-tem-gosto-de-infância vai diminuir, por que o corpo já tá recebendo açúcar, e dos bons! Não tenho presunção de compartilhar informações nutricionais com ninguém, mas a lógica que eu sigo é: foco mais energia em adicionar coisas boas ao invés de me preocupar em substituir, a substituição vem naturalmente.

nutella-do-bem-05
Vamos à receita!

Ingredientes

  • 2 xícaras de avelã
  • 15 tâmaras israelenses (que é aquela maior e mais cremosinha)
  • 2 colheres de sopa de agave ou maple syrup
  • 3 colheres de sopa de cacau
  • 1/2 xícara de água

Método:

  • Colocar a avelã pra assar em uma fôrma por 10 minutos a 180 graus.
  • Tirar todos os caroços das tâmaras (dicas de assuntos pra você pensar enquanto faz isso: por que manga com leite tem fama de fazer mal? Será que um dia iremos poder vestir verde e amarelo no mesmo look sem ser dia de jogo?)
  • Esperar a avelã esfriar e depois colocá-la num processador. Muita calma nessa hora, desliga, raspa as paredes do processador, liga de novo, repete. Fé na avelã que ela sozinha vai soltando óleo e se transformando em um creme / “manteiga”.
  • Adicionar as tâmaras, agave / maple syrup e cacau. Bater pacientemente, pode levar uns 10 minutos.
  • Adicionar água gradualmente até conseguir uma consistência que te agrade.

nutella-do-bem-04

O bom é que a depender da quantidade de água que você adiciona, dá pra conseguir a sua consistência preferida. ♥


→ Quero saber nos comentários se tentaram / o que acharam! :) Me conta.

 

 

||||| 10 Gostou? |||||

Vem que tem mais coisa boa

07/08/2015

Link Love #1

Vasculhar essa internet em busca de inspiração e informação interessante faz parte do meu momento de lazer E do meu momento de trabalho. Então resolvi fazer essa curadoria de links que chamaram minha atenção por aqui! Vem ver o Link Love dessa semana (isso não quer dizer que eles foram postados essa semana, acho essa limitação de tempo muito frustrante, aqui é freestyle mesmo):

link-love1

1) É natural de verdade?

How to Know Which Beauty Products Are Actually Natural é um artigo super legal do The Zoe Report (portal de moda, beleza que tem a Rachel Zoe como editora) que te dá um “gabarito” pra saber se um produto de beleza é realmente natural. Às vezes a gente quer eliminar o máximo de químicos nas nossas vidas e não sabe nem por onde começar, tanto nome difícil. Bacana de imprimir e levar com você quando for comprar maquiagem, né?

2) Brit+Co sendo Brit+Co

Vocês conhecem o site Brit+Co? É uma compilação de informação legal, de marcas que a gente não conhece e ensinamentos pra otimizar a vida de criativo. 9 Steps to Creating the Ultimate Creative Space é exatamente isso, uma listinha passo-a-passo de como melhorar o ambiente de trabalho e dar menos espaço pro artist’s block.

3) Emma Watson nunca é demais

Cês viram o editorial novo da Emma Watson na Vogue UK de Setembro? Não me canso dessa mulher sendo ativista, atriz, estudiosa e linda. Conseguiu fazer eu, a pessoa que só usa as mesmas argolinhas sempre, desejar esse ear cuff lindo e extravagante.

4) O eterno medo de fazer tudo errado

A Lidy entrou na minha cabeça e depois escreveu esse post maravilhoso sobre um medo que muita gente que trabalha em área criativa enfrenta: o medo de estragar tudo. Além da maravilhosa sensação de se sentir compreendida, ela também dá dicas pontuais pra se livrar dele.

5) Dicas de aquarela com a maravilhosa da Bianca Pozzi? Queremos!

A Pati, do Estampaholic (que também já foi minha profê ♥), fez esse post maravilhoso que está grudado nos meus favoritos com a ilustradora Bianca Pozzi dando dicas de como criar texturas com aquarela. Vale a pena o clique nem que seja pra ver as figurinhas.

6) Quando crescer quero ser artista!

“Artist, The Future is Yours” é um artigo lin-do da Lone Wolf (revista igualmente linda) sobre como a visão sobre “ser artista” está mudando. Ela diz que, num futuro próximo, as empresas não só vão procurar criatividade nos seus funcionários como vão dar preferência a ela em relação a qualidades mais “tradicionais”. You go, artist.


→ Imagens retiradas dos respectivos links! :)

→ E vocês? Tem algo muito legal que tenha visto por essa blogosfera ultimamente?? Compartilha comigo nos comentários.

||||| 7 Gostou? |||||

Vem que tem mais coisa boa

03/08/2015

Por dentro da MODE™: a revista da FIDM

Eu já comentei que a FIDM é muito dedicada a fornecer atividades extra curriculares para os seus alunos, e que eles são muito eficientes nisso. Assim como há o setor financeiro, o setor de carreira, de acompanhamento psicológico, há o “Student Activities”. Ele é responsável por coordenar todos os clubes da FIDM – algo muito comum na cultura americana. Tem Industry Club, Social Ambassadors, Phi Theta Kappa e tem a MODE Magazine. A MODE é uma revista bianual idealizada, produzida e executada apenas por estudantes da FIDM. Todos envolvidos, desde fotógrafos, modelos, escritores, maquiadores, designers gráficos, t-o-d-o-s são estudantes. E eu, além de achar incrível a ideia de uma revista democrática, também tenho muita vontade de ganhar experiência em publicação. Então apliquei, acabei de entrar pra revista como a nova diretora de moda e quero contar como está sendo! Dancinha da vitória.

mode-01

Fotos retiradas do Instagram @fidmmode

Como eu entrei na MODE

Quando eu vim visitar a FIDM um pouco antes de me mudar pra cá, fiquei catando as edições antigas da MODE e levei um monte pra casa pra ler. Precisa nem dizer que já comecei as aulas com planos, né? Já procurei saber quem que fazia parte do conselho (ele muda a cada 3 trimestres, que é o ano letivo daqui). Eles tem reuniões só para os membros e reuniões abertas pra quem quiser ir dar ideias, então na primeira já grudei na diretora de arte, pedi o telefone, demonstrei interesse e quando menos esperei, tava participando de um editorial “ajudando como podia”. Fotografei todo o behind-the-scenes, o pessoal gostou e me adicionou à lista de possíveis fotógrafos. Acabei sendo chamada pra fotografar mais dois editoriais – um deles aconteceu no estúdio da LA Fashion Magazine e foi in-crí-vel. Depois aproveitei uma oportunidade que surgiu (de última hora) para escrever um artigo curto sobre beleza. No final do meu primeiro trimestre, teve seleção para formar um novo conselho e eu apliquei para direção de arte. O processo incluiu enviar currículo, portfólio, carta de recomendação de alguém na FIDM e uma entrevista, ufa! Depois de tudo isso, a supervisora achou que eu estaria mais qualificada pra ser diretora de moda, e eu, claro, aceitei feliz da vida. Tô alegre pra caramba de fazer parte dessa revista, a oportunidade de participar do nascimento das ideias é uma das minhas partes favoritas.

Qual é a conexão da MODE com a indústria “da vida real”?

Bom, a MODE tem um supervisor próprio, que trabalha na LA Fashion Magazine (que eu citei lá em cima) e traz muita experiência em publicação de moda pra gente. Tudo precisa ser aprovado por ele e pela equipe da FIDM antes de ser impresso. Além disso, a gente vive todas as dificuldades e retornos positivos de uma publicação comercial. Tem PR responsável por ir atrás de parcerias, tem que preparar evento de lançamento de cada edição, tem que manter olho no orçamento etc.

Que outras posições fazem parte do conselho?

mode-board

Fotos retiradas do Instagram @fidmmode | Equipe atual.

Diretor de redação, editor executivo, diretor de arte, assistente de diretor de arte, diretor de Moda (eu!), 2 assistentes de diretor de moda, diretor de beleza, assistente de diretor de beleza, relações públicas + a equipe de supervisão feito pelos profissionais da FIDM.

É possível participar sem ser parte do conselho?

Sim! Assim como nas revistas comerciais, todas as outras pessoas que a produzem sem fazer parte do conselho que eu falei acima são chamados colaboradores. Esses alunos podem participar sem precisar se comprometer por 1 ano completo.

Como é a dinâmica da produção da revista?

A equipe se encontra 1 vez por semana, por enquanto para discutir ideias como temas pra artigos, pra os editoriais etc. Essa semana, tivemos um casting call aberto a toda escola em que cada setor ficou responsável por receber todas as aplicações de alunos interessados pra colaborar. Eu e minha equipe ficamos com as modelos e stylists e foi tão legal ver tanta gente linda, estilosa e interessada em participar. Mal posso esperar pra começar a ver as ideias tomando forma!

mode-castingcall

Fotos retiradas do Instagram @fidmmode

Onde encontro a revista pra vender?

Na FIDM de Los Angeles, San Francisco, OC e San Diego: na sala do Student Activities, nos cafés e aqueles lugares em que normalmente se vende revista.

Por que não tem nenhuma foto da produção da revista aqui?

Por que é tudo confidencial, protegido por contrato (sim, contrato!). Mas roubei algumas do instagram (@fidmmode) dos nossos encontros pra dar uma ideia.


→ Vocês já sabiam que a FIDM tinha uma revista feita por e para estudantes? Gostaram de saber? :)

||||| 9 Gostou? |||||

Vem que tem mais coisa boa

31/07/2015

Como fazer granola caseira

Há muito tempo, em um reino muito distante, eu não gostava de granola. Por motivo de: sempre me engasgava quando comia. Hahaha, seria engraçado se não fosse verdade, e, se hoje eu não tivesse o mesmo sentimento por cuscuz #cadaumcomsuasdificuldades. Mas de volta pra granola. Um dia eu aprendi que “granola” não era 1 coisa específica, mas uma receita eternamente mutável que envolvia mistura de oleoginosas, grãos, algum óleo e algum adoçante. Cada marca faz a sua e só por que você não gosta de 1 tipo não quer dizer que você não goste de granola em geral.

Então comecei a minha busca pela granola perfeita: doce mas não tanto, sem passas, se tiver toquezinho de canela, melhor! Isso tudo sempre de olho se tinha conservante, açúcar refinado ou qualquer outra coisa desnecessária na lista de ingredientes. Até que me surgiu a brilhante ideia de fazer a minha própria! E olha, né por nada não, mas que delícia que ficou. Ainda dá pra fazer a porção no tamanho que você quiser (é só guardar em um pote vedado, que nem a granola industrializada) e alterar as quantidades ao seu gosto. Fora o prazer de saber de onde estão vindo todos os ingredientes, e que está sendo feita pela pessoa que mais te ama no mundo: você mesmo.

granola-04

Vem acompanhar essa receita que é easy, breezy, beautiful cover girl comigo:

Quero continuar lendo…

||||| 3 Gostou? |||||

Vem que tem mais coisa boa

31/07/2015

Vamos falar de back up?

Vamos falar de coisa séria, vamos falar de back up do seu blog. Aquela coisinha que a gente só entende a necessidade quando vive na pele.

back-up-blog Uns meses atrás, em março, eu reformulei o blog, defini a linha editorial dele e, apesar de precisar balancear com a vida corrida daqui de Los Angeles, estava apaixonada pela carinha que ele estava tomando. Então foi com um aperto do coração que eu soube, essa semana, que o meu servidor deu problema. Bom, problema no servidor não é algo que eu desejo pra nenhum blogueiro; mas caso o tenha, TENHAM BACK UP; o meu último era de fevereiro, ou seja, perdi tudo que veio depois disso (kuén, kuén, kuén). Dos males o menor, perdi os posts novos, comentários, likes e vibe positiva (vou tentar repostar alguns, os meus xodós) e tenho 2 opções: sentar e chorar ou voltar a encher isso aqui de conteúdo lindo pra inspirar vocês.

Claro que escolhi a segunda opção e vou até dar um gás extra essa semana pra acelerar o processo. :)

Enquanto isso, fique à vontade pra circular pelos posts old but gold: tem o editorial de balé fotografado pela Luisa, que de tão lindo eu imprimi e coloquei na minha parede; o meu passeio de despedida do Rio pelo Paço Imperial todo fotografado no filme, meu coração se enche de amor só de olhar essas fotos; os meus argumentos nada científicos sobre porque você deve fotografar com filme; e o meu go to quando dá saudade da minha terrinha, Maceió, fotos e dicas do passeio de SUP por um dos mares mais lindos que eu já vi.


→ Dicas, sugestões, elogios são sempre bem vindos. Mas agora eles são mais do que necessários! Amor nos comentários, por favooor. E fiquem por perto que vem muita coisa boa!

 

||||| 3 Gostou? |||||

Vem que tem mais coisa boa

06/07/2015

Passeio por SilverLake: o bairro hipster de Los Angeles

Desde que me deparei com o nome SilverLake em uma aula da matéria de Tendências, fiquei com vontade de passar uma tarde lá, com tempo e com a câmera, só explorando. E foi exatamente o que eu fiz ontem! SilverLake é chamado de Williamsburg (o bairro de NY referência da cultura hipster) de Los Angeles. A área é tão hipster que é até levada na brincadeira. “Cozinha local”, “gluten-free”, “vintage” são as expressões mais vistas por lá, de verdade ou de brincadeirinha.

Esteriótipos à parte, passar a tarde lá é bem renovador. Liberdade nas roupas, bicicletas por todo lado, brechós e restaurantes veganos são a base daquele lugar, além da excentricidade das pessoas, é claro!

Vem ver um pouquinho do passeio em fotos, vem!

silverlake-01

Quero continuar lendo…

||||| 3 Gostou? |||||

Vem que tem mais coisa boa

15/03/2015

Presentinho: blog planner

Infelizmente, o blog passou por uns buracos na estrada e acabei perdendo alguns posts. Incluindo um dos meus favoritos de todos os tempos: o blog planner feito por mim para você.

Mas vou repostar o link pra download pra quem ainda não fez. Lembrando que o planner vai de Abril/15 a Março/16, aproveita que dá tempo de usar muito e tá fofo demais! :)

blogplanner_01

Quero continuar lendo…

||||| 6 Gostou? |||||

Vem que tem mais coisa boa